Aluno se destaca nos Jogos da Juventude e é convidado por Lula Ferreira para treinar no Pedrocão

24/10/2014

Engajado nas atividades escolares e buscando
prestigiar os eventos esportivos de Franca, o técnico do Franca Basquetebol
Clube Lula Ferreira tem como hábito participar das competições realizadas na
cidade para dar sua contribuição, seja com palestras, dicas para os jovens
atletas ou apenas para tirar foto com a garotada, e incentivar a prática de
atividades físicas.


Na semana passada, o treinador foi convidado
para marcar presença nos Jogos da Juventude, promovidos pela Prefeitura
Municipal de Franca, através da FEAC. Como de costume, o treinador francano fez
questão de comparecer e foi assistir a algumas das partidas realizadas no
Colégio EE Ana Maria Junqueira.


Dessa
vez, porém, não foram só os alunos que tiveram uma grata surpresa com a presença
do ídolo: Lula também se surpreendeu. Durante um dos confrontos, disputado entre
a Escola Israel Niceus Moreira e o Colégio Jesus Maria José, o comandante do
time da Capital do Basquete se encantou com o jogo de um dos alunos, que se
destacava em meio aos demais, e vislumbrou a possibilidade real dele se tornar
um jogador profissional de basquete.


Ao
final do jogo, Lula conversou com o aluno, chamado Ismael Souza Lopes, e com
sua professora, Camila Carloni. O treinador convidou-os para participar dos
treinos no Pedrocão, juntamente com o “Grupo Especial”, formado por jogadores
que se destacam na equipe do SESI- SP e da ASPA, duas das categorias de base do
basquete francano.


“Como
técnico do Franca Basquete, estou sempre acompanhando os eventos promovidos
pela Prefeitura, como foi o caso dos Jogos da Juventude, torneio que movimentou
muitas escolas de Franca. Fui acompanhar algumas partidas principalmente para
incentivar os garotos. Em um dos jogos que assisti, gostei de um jogador, o
Ismael, e convide-o para treinar junto com o Grupo Especial, no qual atuam
meninos da idade dele”, explicou o treinador.


Feliz
com a oportunidade, Ismael não perdeu tempo e já começou a treinar com o Grupo
Especial no Pedrocão. O jovem talento não se intimidou por treinar no Templo do
Basquete Brasileiro e fez bonito durante as atividades em quadra.


“Isso
enaltece o trabalho da professora, empolga o menino, que vê uma possibilidade
para seu futuro como atleta, e serve de exemplo para outros garotos, de outras
escolas, que podem também entrar nesse grupo”, finalizou Lula Ferreira. 

COMPARTILHAR  

NOTÍCIAS