Lula Ferreira faz balanço do primeiro turno do NBB7

12/01/2015

O Franca Basquetebol
Clube terminou o primeiro turno do Novo Basquete Brasil 7 na quinta colocação,
com campanha de nove vitórias e seis derrotas na competição nacional, somando 60%
de aproveitamento.


A equipe da Capital do
Basquete garantiu o resultado positivo contra o Basquete Cearense, Brasília,
Macaé, Liga Sorocabana, Rio Claro, Uberlândia, Palmeiras, Pinheiros e Mogi das
Cruzes. Contra Flamengo, Limeira, Bauru, Paulistano, Minas Tênis Clube e São
José, o time francano sucumbiu e deixou a quadra com o revés.


O técnico Lula Ferreira
fez uma análise da campanha do Franca Basquete durante a primeira metade do
campeonato nacional e contou o que espera para os próximos jogos de sua equipe.


Confira abaixo:


“Foi um primeiro turno
equilibrado e difícil, como já era previsto. Ficamos um pouquinho abaixo do que
queríamos: terminamos na quinta colocação e nosso objetivo era o G4. Para
conseguir ficar entre os quatro primeiros tínhamos que ter garantido um índice
de vitórias na faixa dos 75% e a gente ficou 15% abaixo desse valor.


Algumas derrotas em
casa, como Paulistano e Bauru, contribuíram para isso. Embora o Bauru seja um
adversário durrísimo e candidato ao título, foi um jogo que tivemos a chance de
vencer, mas não conseguimos fechar o resultado. O Paulistano é um time
compatível ao nosso, mas jogamos dentro de casa e também poderíamos ter
garantido o triunfo.


Só essas duas partidas
já nos daria uma condição muito superior à que a gente ficou. Além disso,
podemos somar a derrota para o Minas, que é uma equipe que está fazendo um
grande campeonato, mas que ainda é um elenco em formação e tem mais
dificuldades que o nosso.


Foram três derrotas,
metade das seis que tivemos, que poderiam ter sido evitadas. Mas o campeonato é
assim mesmo, nenhum time consegue perfomance boa em todos os jogos. Todas as
equipes dão um escorregão ou outro, ao longo dos 30 jogos que compõem a fase de
classificação.

Eu esperava que nossa
campanha no primeiro turno fosse um pouco melhor, mas está compatível com nossa
aspiração de buscar o G4. Agora no segundo turno, continuamos com essa meta e
para conquistá-la temos que seguir aquela regrinha básica: vencer todos os
jogos em casa, inclusive contra as equipes que estão na ponta da tabela, como,
por exemplo, Limeira e Flamengo.


Fora de casa vamos ter partidas
decisivas, principalmente contra os times da capital: Pinheiros, Palmeiras e
Paulistano. Vencendo esses adversários fora de casa e conquistando o resultado
positivo dentro do Pedrocão, damos um passe enorme para ficar no G4. É um
objetivo que temos que perseguir e temos time compatível para conquistá-lo”,
disse. 

COMPARTILHAR  

NOTÍCIAS