Na prorrogação, Franca Basquete é superado por Bauru

03/09/2015

Quem compareceu ao Pedrocão nesta
quinta-feira, 03 de setembro, presenciou um grande clássico do basquete brasileiro.
Franca Basquete e Paschoalotto/Bauru protagonizaram uma partida emocionante,
decidida apenas na prorrogação.  No
final, a vitória ficou com a equipe de Jorge Guerra, por 79 a 76.

Guilherme Schneider foi o
cestinha do jogo, com 21 pontos marcados. Thiago Mathias destacou-se como o
reboteiro da partida, com 12 ressaltos conquistados. Douglas Kurtz foi outro
jogador importante: mesmo tendo jogado por apenas 15 minutos, o pivô garantiu
um double-double de dez pontos e dez rebotes.

“Hoje, fizemos uma partida digna
da história do Franca Basquete. Não havíamos protagonizado um bom jogo contra
Rio Claro, mas conseguimos nos recuperar emocionalmente e jogar bem no
confronto desta noite. Perdemos por coisas do basquete, alguns passes erradas,
algumas bolas que não caíram. Coisas normais. Mas hoje honramos a camisa da
Capital do Basquete”, afirmou o técnico Lula Ferreira.

No sábado, o Franca Basquete
enfrenta o Osasco, fora de casa, em busca da reação no torneio estadual.
Atualmente, a equipe possui três vitórias e quatro derrotas no Paulista 2015.

 

O JOGO

O confronto começou pegado, com
ambas as equipes jogando no contra-ataque e garantindo bom aproveitamento
ofensivo. Depois de um quarto bastante equilibrado, com os times se alternando
na liderança do placar, o Franca Basquete fechou o período em desvantagem de
dois pontos: 21 x 19.

A equipe da Capital do Basquete
não começou bem a segunda etapa e viu Bauru abrir oito pontos de diferença
ainda na metade da parcial. Lula Ferreira pediu tempo técnico e orientou seus comandados
em busca da virada. A conversa com o técnico funcionou e os jogadores francanos
cortaram a margem, indo ao intervalo atrás por 35 a 29.

Com uma marcação forte, o Franca
Basquete limitou o adversário bauruense a apenas 13 pontos na terceira etapa.
Além de a defesa ter funcionado com eficiência, o ataque dos donos da casa
também fluiu e, após 16 pontos marcados, o time de Franca foi ao último período
precisando tirar apenas três pontos de diferença: 48 a 45.

Nos dez últimos minutos de jogo,
o jogo ficou eletrizante. Bauru, contando com arremessos calibrados do
perímetro, chegou a colocar nove de vantagem, mas o Franca Basquete não
desanimou e, pouco a pouco, cortou a diferença. Restando 1:15 para o término da
partida, os visitantes venciam por um ponto.

Guilherme Schneider acertou um
lance livre e empatou o confronto. O segundo lance não caiu, mas Mathias
recuperou o rebote, converteu a cesta e virou o jogo a favor do Franca
Basquete. Na sequência, Robert Day acertou a bandeja e deixou o jogo igual mais
uma vez. Ao final do tempo regulamentar, o placar apontava 67 a 67:
prorrogação.  

Durante os cinco minutos extras, a partida continuou
equilibrada. Mas o time de Bauru, com bom aproveitamento nos lances livres,
conseguiu ficar à frente mais uma vez e garantir a vitória.

COMPARTILHAR  

NOTÍCIAS