Franca Basquete faz coletiva de imprensa e apresenta oficialmente seus atletas

06/07/2015

Nesta sexta-feira, 03 de julho, o
Franca Basquete apresentou à imprensa seu time para a temporada 2015/2016 e
explicitou a atual situação de governança do clube. A reunião teve início às 18
horas e aconteceu no Salão Luciano Botto, na ACIF.

Luiza Helena Trajano, CEO do
Magazine Luiza e uma das responsáveis pelo novo projeto do Franca Basquete, abriu
a coletiva de imprensa falando sobre a situação do clube e do apoio de sua
empresa para que o antigo panorama financeiro da entidade fosse resolvido. Em
seguida, Carlos Renato Donzelli, diretor da holding do Magazine Luiza e um dos
membros do Conselho Deliberativo, assumiu a palavra e delineou a situação do Franca
Basquete nos últimos sete meses, quando o clube corria o risco de abandonar o Novo
Basquete Brasil, por falta de recursos para honrar os salários dos atletas
então contratados.

Donzelli explicou que para que o
Franca Basquete não perdesse sua vaga no torneio nacional e fechasse as portas,
criou-se um comitê gestor formado por empresários da cidade, que tinham como missão
reestruturar a equipe francana. O primeiro passo foi a negociação dos salários
contratuais com os jogadores em atuação.

“Após algumas reuniões, os
atletas, com muito apoio do Lula, Helinho e Figueroa, aceitaram permanecer
honrando a camisa francana durante a temporada 2014/2015 do NBB recebendo 50%
do valor de contrato. Naquele momento, poderíamos ter visto o clube fechando as
portas, mas os jogadores escolheram ficar e defender as cores do Franca
Basquete. Terminamos o NBB na quinta colocação e com a vaga na Sulamericana. Esses
atletas foram guerreiros. Só uma cidade com a história de Franca no basquete
conseguiria isso.”, disse.

Em seguida, Carlos Renato enalteceu
a parceria com a CRED-ACIF, pois, através da mesma, o comitê conseguiu um
empréstimo de R$ 900 mil reais para quitar as dívidas, que chegavam a quase R$
2 milhões, e reerguer o time da Capital do Basquete. Com a negociação com os
credores, que aceitaram reduzir o valor do déficit, a situação financeira do
clube foi resolvida e uma gestão profissional foi implantada no Franca Basquete.
O antigo conselho deliberativo foi licenciado e criou-se, então, uma nova forma
de governança no clube. Um novo conselho deliberativo foi formado, com representantes
da ACIF, Sindifranca, Prefeitura Municipal de Franca, Conselho Consultivo,
Magazine Luiza e OAB.

Com os membros nomeados, o
conselho deliberativo elegeu a nova diretoria do Franca Basquete para o triênio
2015/2018: Luis Aurélio Prior, como presidente, Alexandre Lima Rezende, como
vice-presidente, Samuel Lima Carvalho, como primeiro tesoureiro, José Alexandre
Carmo Jorge, como segundo tesoureiro, Carlão Rodrigues, como diretor técnico, e Hélio Rubens Garcia Filho, como gerente
executivo. Criou-se também o Conselho Consultivo e o Conselho Fiscal para
fechar a governança do clube com uma formação profissional e hierárquica.

Outra preocupação do comitê
gestor foi a criação de um planejamento de marketing e de um plano de ações
sociais para fortificar ainda mais o basquete na cidade reforçar o título de
Franca como Capital do Basquete. Carlos Renato informou aos presentes que o
Franca Basquete assinou contrato com a Koch Tavares, uma das mais conceituadas
empresas de marketing esportivo do mundo. “Agora o clube possui um parceiro de
peso na busca por novos patrocinadores”, declarou.

Na sequência da reunião, Luiza
Helena pediu para que o técnico Lula Ferreira apresentasse o time que defenderá
o Franca Basquete na temporada 2015/2016. O treinador explicou que quatro
jogadores das categorias de base foram mantidos na equipe e serão utilizados no
elenco adulto: Alexey Borges, Pedro Mendonça, João Pedro Demétrio e Eduardo
Marques. Antônio Elpídio Ferreira, que atualmente defende a Seleção Brasileira
no Universíade, foi o único nome a permanecer no time adulto em relação ao
elenco anterior.

Para compor a equipe, Lula optou
por trazer três jogadores que já haviam defendido o Franca Basquete em temporadas
anteriores: Cauê Borges, Mateusinho e Douglas Kurtz. Para finalizar o elenco,
foram escolhidos o armador Thiaguinho, que estava em Sorocaba, os alas Bruno
Irygoen e Schnaider, que atuavam no Minas Tênis Clube e Campo Mourão,
respectivamente, e os pivôs Matias e Erick, ex-atletas do Bauru e Basquete
Cearense.

Lula Ferreira afirmou estar feliz
com a equipe formada por ser um time com alto potencial de crescimento, com
jovens talentos, que irão honrar a camisa e a tradição de Franca e evoluir
muito. “Acredito em cada um dos atletas que está aqui hoje. Eles foram
escolhidos a dedo e com muito carinho por fazerem parte da filosofia do
basquete francano. Vamos treinar pesado e honrar a história do Franca Basquete”,
disse.

Os dirigentes, comissão técnica e
jogadores do clube voltam a se reunir na segunda-feira, 06 de julho, desta vez
para conversar com a torcida do Franca Basquete. O encontro está agendado para
as 18 horas, no Ginásio Pedrocão.

COMPARTILHAR  

NOTÍCIAS