Na estreia da Sul-americana, Franca Basquete é superado por Guaros de Lara

20/10/2015

Em sua estreia na Liga Sul-americana 2015,
nesta terça-feira, 20 de outubro, o Franca Basquete foi superado pelo time
venezuelano Guaros de Lara, por 89 a 76, jogando em Quito, no Equador.


Douglas Kurtz e Thiago Mathias foram os
cestinhas francanos na partida, com 18 e 17 pontos, respectivamente. Os pivôs
também foram importantes na recuperação dos rebotes, somando 13 ressaltos.


O elenco do Guaros de Lara, que tem sua base composta por jogadores da seleção da Venezuela, campeã da última Copa América, apostou no jogo coletivo e teve cinco atletas com dígitos duplos no confronto.


O time da Capital do Basquete volta a jogar
amanhã, às 23h15 (horário de Brasília), contra os anfitriões equatorianos: a
equipe do U.T.E. O VT desta partida será transmitido no Sportv 2, às 11 horas
de quinta-feira, 22.


A PARTIDA


Muito nervoso em quadra no começo do período, o
Franca Basquete não imprimiu um bom ritmo de jogo e viu o Guaros de Lara abrir
diferença de 17 pontos. A reação francana veio com a entrada do pivô Douglas
Kurtz. Com vísivel vantagem física sobre o adversário, o camisa 34 converteu
seus arremessos na área pintada e auxiliou o time brasileiro a cortar a margem
para dez pontos ao término do quarto: 24 a 14.


Na volta para o segundo período, o elenco
comandado por Lula Ferreira continuou encontrando dificuldades ofensivas, e
anotou apenas 13 pontos na parcial. Do outro lado da quadra, a defesa também
não funcionou e o time venezuelano marcou 23 tentos. Dessa forma, a vantagem era
de 47 a 27 a favor do Guaros de Lara na ida para o intervalo.


Após a paralisação, o time de Franca cresceu de
produtividade e encostou no marcador. A diferança, que havia chegado a 22
pontos, caiu para apenas sete, na metade da parcial. O trabalho dentro do
garrafão foi fundamental para a mudança de postura dos francanos. Além de
Kurtz, Mathias também se destacou e anotou onze pontos apenas na terceira etapa.
Nos últimos minutos do quarto, a equipe da Venezuela converteu cinco tentos em
sequência e fechou o período à frente por 67 a 55.


Com apenas dez minutos para reverter o placar,
o Franca Basquete apostou nos  contra-ataques
rápidos para converter suas jogadas. Entretanto, a agremiação venezuelana
obteve ótimo aproveitamento nas bolas de três pontos e não pertimiu a virada
francana. 

COMPARTILHAR  

NOTÍCIAS