No Pedrocão, Franca Basquete perde para Bauru e está em desvantagem nas quartas

30/04/2015

Quem compareceu ao Pedrocão na
noite desta quinta-feira, 30 de abril, pode assistir a um grande jogo de Basquete.
Franca Basquete e Paschoalotto/Bauru protagonizaram um duelo muito equilibrado
e vencido pela equipe visitante, por 75 a 67, apenas nos instantes finais do
jogo.

Com a vitória de Bauru, o time da
Capital do Basquete fica em desvantagem na série quartas de final do Novo
Basquete Brasil, por dois jogos a um.

Lucas Mariano foi, mais uma vez,
o grande nome do Franca Basquete na partida. O camisa 17 anotou 16 pontos e
pegou seis rebotes. Marcos Mata e Léo Meindl também foram jogadores fundamentais
no confronto, contribuindo com 15 e 11 pontos, respectivamente. O armador
Figueroa deixou a quadra com 13 pontos de eficiência oriundos de sete pontos,
três ressaltos, oito assistências e quatro bolas recuperadas.

“Perdemos o jogo por detalhes.
Alguns rebotes que não conseguimos recuperar e umas bolas de três pontos que
acabaram não caindo. Mas playoff é assim mesmo, pequenos erros fazem muita
diferença. Agora vamos corrigir essas falhas e vir prontos para vencer o
próximo jogo”, declarou Lucão.

A agremiação francana tentará o
empate dos playoffs neste sábado, 02 de maio, às 17 horas, atuando mais uma vez
dentro de seus domínios, no Ginásio Pedrocão. A partida terá transmissão via
web pelo site da LNB.

O JOGO

Da mesma forma que no jogo
anterior, o Franca Basquete começou a partida sem dar espaço para os arremessos
da equipe de Bauru. A eficiente marcação francana, somada com a alta
produtividade coletiva do elenco de Lula Ferreira – todos os atletas em quadra
pontuaram no primeiro quarto, resultou na vitória parcial dos donos da casa por
18 a 14.

Sem conseguir manter o mesmo
potencial ofensivo da primeira etapa, o time da Capital do Basquete foi ultrapassado
pelo Paschoalotto/Bauru no marcador. O elenco de Jorge Guerra venceu a parcial
por 25 a 9 e foi ao intervalo liderando por 12 pontos: 39 a 27.

O Franca Basquete entrou com uma
postura completamente diferente para o terceiro período. Com os ataques mais
organizados, os arremessos francanos voltaram a cair e, na metade da etapa, a
diferença havia diminuído para apenas dois pontos – 44 a 42. A melhora do time
mandante fez com que o técnico adversário pedisse tempo técnico para tentar
conter a reação do Franca Basquete. A paralisação de Guerrinha não adiantou e,
com uma bola de Léo Meindl no estouro do cronômetro, a equipe de Franca foi ao
último quarto atrás por margem mínima – 55 a 56.

O time comandando por Lula
Ferreira teve a chance de virar o jogo ainda no início do quarto período, mas
os tiros de três pontos arremessados pelos jogadores francanos não caíram – foram
cinco bolas tentadas sem sucesso, nos quatro primeiros minutos da parcial. Ao
mesmo tempo, o Paschoalotto/Bauru converteu dois chutes do perímetro e um
arremesso de dois pontos, voltando a abrir ampla vantagem no placar. Para
cortar a diferença e recolocar o Franca Basquete no jogo, Helinho apareceu e
anotou nove pontos consecutivos (três bolas de longa distância), quando restava
pouco mais de três minutos para o término do confronto, e deixou a margem em
dois pontos a favor de Bauru. A partir daí, o time francano tentou a todo custo
reverter o marcador, mas foi impedido pelos ataques certeiros do adversário.

Mesmo com o resultado negativo, o
Franca Basquete saiu de quadra ovacionado pela torcida que lotou o Pedrocão.

 

 

COMPARTILHAR  

NOTÍCIAS