1914598_10154088806263258_1548098838262502375_n
NOTA DE REPÚDIO

09/10/2016

O Franca Basquetebol Clube vem, por meio deste, externar seu repúdio pela atitude da equipe de Rio Claro na noite deste sábado (8), principalmente pela postura de seu treinador Dedé Barbosa, após a classificação francana para a semifinal do Campeonato Paulista 2016.

O técnico rio-clarense, amparado pelos jovens atletas George Chaia e Guilherme Deodato, agrediu um torcedor com um soco ao término do embate, precisando ser contido pelos seguranças da equipe da casa. Depois, visivelmente descontrolado, o treinador ainda atentou contra a integridade física de uma torcedora que se encontrava nas numeradas do ginásio, atirando-lhe, de forma covarde e temerária, a cadeira que comumente é destinada aos técnicos e seus assistentes durante as partidas.

O objeto arremessado com furor, felizmente, não casou lesões graves a nenhum dos espectadores que ainda comemoravam o triunfo dentro do Pedrocão, porém acertou a torcedora em questão, que sofreu forte pancada na cabeça e passou mal devido ao susto.

Além do lamentável episódio envolvendo o técnico, de quem se espera, ao menos, o espírito esportivo e decência em face das derrotas, o atleta Daniel Alemão também causou tumulto e demandou enorme contensão dos seguranças. No entanto, nem mesmo a mobilização dos profissionais presentes foi capaz de evitar que o pivô desferisse uma mordida em um dos dirigentes de Franca que tentava acalmar os ânimos da delegação de Rio Claro.

É importante ressaltar que o Franca Basquetebol Clube garantiu a vitória e, consequentemente, a classificação para as semifinais do torneio estadual de forma justa e honrada, sem, em nenhum instante, menosprezar o adversário.

A torcida apoiou a equipe do início ao fim do confronto, com comportamento exemplar: sem invasão de quadra – terminantemente proibida, conforme insistentemente informado pelo locutor do ginásio no decorrer do jogo -, ou atirando objetos. Não há justificativas para a lamentável atitude da equipe de Rio Claro, que sempre protagonizou com Franca um histórico e digno clássico no interior paulista.

Repudiamos todas as ações erradas, independentemente de quem as cometeu.

COMPARTILHAR  

NOTÍCIAS